NOVEMBRO AZUL 
Mês de Prevenção ao câncer de próstata 

Carteirinha UFF

Carteirinha UFF

Sistemas

Posts recentes

Agenda

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
   

Categorias

 
 

 
 

Engenharia de Produção

http://www.ppgep.uff.br/

  • Coordenadora: Profa. Eliane da Silva Christo -Email:  elianechristo@id.uff.br ; eliane.ch@gmail.co
  • Vice-coordenadora: Professora Lídia Angulo Meza – Email: lidia.angulo.meza@gmail.com ;   lidia@metal.eeimvr.uff.br
  • Assistente Administrativo: Ana Cláudia Fonsêca da Silva de Souza Lima -Email:  ven.vei@id.uff.br
  • Contato: Av. Dos Trabalhadores n.º 420 – Vila Santa Cecília – Volta Redonda – RJ- CEP:27255125
  • Telefones: +55 24 2107-3588
  • Horário de Atendimento : Segunda e terça-feira das 10:00 às 19:00h  /  Quarta à sexta-feira das: 08:00 às 17:00h

QUEM SOMOS

A Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica de Volta Redonda foi fundada em 17 de julho de 1961 pelo Presidente da República Jânio Quadros, como parte de Universidade Nacional do Trabalho, praticamente nos primórdios da operação da Cia. Siderúrgica Nacional, marco da modernização tecnológica do Brasil que atraiu para a região diversas indústrias metalúrgicas, mecânicas, fundições e especialistas afins. A EEIMVR foi criada com o intuito de graduar Engenheiros Metalúrgicos, em cuja formação tivesse havido grande interação prática com a indústria. Esta foi a razão pela qual o curso foi estabelecido em Volta Redonda, face às oportunidades oferecidas então pela Companhia Siderúrgica Nacional, numa época em que a siderurgia despontava como futuro objetivo de pesados investimentos pelo governo brasileiro, para cuja consecução haveria necessidade de absorção de grande número de especialistas. Esta vocação manteve-se ao longo do tempo, culminando com o curso de Mestrado em Engenharia Metalúrgica, também criado através de convênio entre UFF e CSN, em 1994, e o curso de Doutorado, que iniciou em agosto de 2000. Um marco significativo foi a implantação do curso de extensão Lato Sensu “MBA – Estratégia Industrial e Gestão de Negócios”, cuja demanda suplantou as expectativas, sendo ofertado já pelo oitavo ano consecutivo. Para coroar todos estes avanços, em 2001 tiveram início os cursos de graduação em Engenharia Mecânica e de Produção.
Em 1996, tínhamos 43 professores distribuídos em dois Departamentos. Num primeiro esforço para o melhor aproveitamento dos docentes, foi trazido para Volta Redonda, em 1997, o Ciclo Básico da Engenharia que, até então, era realizado somente em Niterói. Este trabalho permitiu aumentar a relação aluno/professor na graduação, de 2,1 para 6,4 (279 alunos no segundo semestre de 1999 contra 93 alunos em 1996).
A partir dessa consideração e outras relativas às necessidades mercadológicas e, em consonância com as diretrizes governamentais e da própria UFF, a EEIMVR não poupou esforços para viabilizar a implantação dos cursos de Engenharia de Produção e de Engenharia Mecânica que se iniciaram no primeiro semestre de 2001. As grades curriculares de ambos os cursos foram compostas a partir de discussões da comissão indicada para esse fim, de forma que cerca de dois terços da extensão das grades dos cursos de Engenharia de Produção, de Engenharia Mecânica e de Engenharia Metalúrgica fossem iguais.
Com a implantação dos cursos de Engenharia Mecânica e de Engenharia de Produção, a relação aluno/professor da EEIMVR, saltou de 6,4 em 2000 para 15,6 em 2004 (contamos hoje com mais 1600 alunos e 46 professores). Portanto, a relação de 15,5, inicialmente prevista para 2005, já foi superada.
Hoje a região Sul Fluminense é prospera e desenvolve tecnologia de ponta no setor metal-mecânico, tornando a região uma das mais desenvolvidas e progressistas do Brasil. Os professores e alunos da EEIMVR vêm acompanhando esta evolução, participando, absorvendo e influindo nesta transformação, através da interação com as principais empresas da região, como a Votorantim Siderurgia, com uma usina em Barra Mansa e outra em Resende, Companhia Siderúrgica Nacional, Indústrias Nucleares do Brasil, Saint Gobain, Fábrica de Cimento Tupy, Volkswagen, Thyssenkrupp Fundições e Peugeot-Citröen, entre outras, com as quais temos convênio, estabelecendo parcerias e viabilizando vagas de estágios para os nossos alunos.
Além disso, o crescimento econômico e da importância do Brasil no novo cenário mundial tem atraído as empresas multinacionais. Também as empresas já existentes têm começado a se expandir, o que tem aumentado a demanda por profissionais altamente qualificados. Um dos profissionais de grande importância é o Engenheiro de Produção, por ser um profissional que pode atuar nas mais diversas áreas dentro de uma organização. Esta situação não é diferente na região do Sul Fluminense, onde importantes empresas montadoras de veículos, a CSN, entre outras empresas nacionais e multinacionais, se encontram sediadas ou tem facilidades. As demandas surgidas no mercado de trabalho são mais evidentes. A busca por um profissional capaz de pesquisar ou desenvolver novas tecnologias na sua área tem-se tornado mais evidentes, especialmente nos engenheiros de produção. Ex-alunos do curso de Engenharia de Produção procuram por cursos de especialização ou de mestrado para atender a demanda nos seus centros de trabalho.
Assim, nosso curso vem a preencher uma grande lacuna, especialmente na região do Sul Fluminense, que atualmente não possui cursos de pós-graduação em engenharia de produção reconhecidos pelas CAPES.

OBJETIVOS

Desenvolver pessoal de alto nível para atuar no campo da Engenharia de Produção, com vistas à geração de novos conhecimentos e à introdução de procedimentos e técnicas inovadoras que atendam a demanda nos centros de trabalho. Especificamente:

  • Fornecer ao aluno conteúdo nas áreas de Engenharia de Produção para que este seja capaz de atender às demandas do setor produtivo;
  • Tornar os profissionais aptos a realizar pesquisas científicas e tecnológicas para implementarem inovações em seu ambiente de trabalho.
  • Contribuir para a competitividade e a sustentabilidade de empresas e organizações com diferentes perfis através de um canal de colaboração do PUVR com as empresas da região.

 

ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO

Sistemas de Produção e Processos
Linha de Pesquisa: Sistema de Apoio à Tomada de Decisão

CORPO DOCENTE

DocenteCurrículo Lattes
Cecília Toledo Hernandez.http://lattes.cnpq.br/7307702766087200
Dierci Silveira.http://lattes.cnpq.br/4905697877433310
Eliane da Silva Christo.http://lattes.cnpq.br/0831388652787701
Fernando Tadeu Pereira de Medeiros.http://lattes.cnpq.br/3000123871294529
Flavio Ferreira.http://lattes.cnpq.br/8741029675242016
Kelly Alonso Costa.http://lattes.cnpq.br/8918904607205362
Lidia Angulo Meza.http://lattes.cnpq.br/9246469540554542
Luis Alberto Duncan Rangel.http://lattes.cnpq.br/9098047398813476
Pauli Adriano De Almada Garcia.http://lattes.cnpq.br/3866888351512590
Tiago Araujo Neves.http://lattes.cnpq.br/3284961892472829
Vanessa da Silva Garcia.http://lattes.cnpq.br/2206038698250045

Copyright 2019 - STI - Todos os direitos reservados